Passei mal e fui ao médico, disse a ele sou miastênica, ele respondeu: O QUE É ISSO?


segunda-feira, 26 de junho de 2017

Cientistas testam vacina que reduz colesterol

Cientistas holandeses acreditam ter encontrado um tratamento alternativo. É uma vacina que ajuda o sistema imunológico do corpo a se livrar do mau colesterol no sangue. Os primeiros testes em humanos estão em andamento, mas pesquisadores dizem que pode levar seis anos até saberem se a vacina é segura e eficiente o suficiente par ser aprovada.










A injeção ajuda o sistema imune do corpo a atacar uma proteína chamada PCSK9, que permitiria ao mau colesterol, o LDL, se acumular na corrente sanguínea.
Em camundongos, o tratamento reduziu o LDL em 50% em um período de 12 meses e pareceu proteger contra o acúmulo de depósitos de gordura nas artérias (aterosclerose).
Algumas pessoas têm colesterol alto por uma condição genética chamada hipercolesterolemia familiar. Alimentação não saudável, alto consumo de álcool, fumo e inatividade também estão relacionados com o problema.

Pessoas com colesterol alto podem tomar medicamentos que reduzem seus níveis, chamados estatinas, e, com isso, também minimizar os riscos de doenças cardiovasculares.
Mas embora as drogas sejam baratas e eficazes, não funcionam em todo mundo. Algumas pessoas não gostam de tomar medicação diária ou se esquecem de tomá-la porque estão se sentindo bem. Além disso, em alguns casos é possível haver efeitos colaterais. Por essas razões, pesquisadores têm investigado opções alternativas de tratamento no lugar das estatinas.

A primeira fase de testes, deve ser concluída no final deste ano. Isso vai definir se há problemas de segurança ou efeitos colaterais antes que estudos maiores com pessoas comecem.
Há uma preocupação de que a vacina terapêutica aumente o risco de diabetes - os pesquisadores da Universidade Médica de Viena estarão de olho nisso.

Segundo os pesquisadores, mesmo que se torne disponível ao público, a vacina não deveria ser vista como uma desculpa para pessoas evitarem exercícios físicos e adotarem uma alimentação com alto nível de gordura.

O que é Colesterol?

Colesterol é uma substância gordurosa encontrada naturalmente no seu corpo. Ele tem o papel vital de manter cada célula do corpo funcionado adequadamente. Entretanto, o acúmulo de colesterol no sangue pode aumentar o risco de doenças do coração.

Grande parte do colesterol circulante no sangue (cerca de 70 a 80%) é produzido pelo fígado, enquanto que o restante provém da alimentação.

Para ser transportado pelo sangue, o colesterol precisa se ligar as substâncias chamadas lipoproteínas, uma vez que o sangue é aquoso e o colesterol é gorduroso, ou seja, não se misturam.

As lipoproteínas são formadas por gordura (lipídios) no interior e proteínas no exterior. As principais lipoproteínas que transportam o colesterol são a LDL, a HDL e a VLDL.
O colesterol é fundamental para a produção de hormônios sexuais, cortisona, vitamina D e ácidos biliares, sendo produzido pelo fígado e encontrado em alimentos como ovos, carnes e derivados do leite.

HDL é a abreviatura de high density lipoproteins, que traduzindo significa lipoproteínas de alta densidade, também conhecidas como "bom colesterol". É boa para o seu coração. Ela carrega colesterol das suas artérias para o seu fígado, onde é eliminada.
Quanto maior o nível de colesterol HDL, menor a probabilidade da pessoa desenvolver uma doença cardíaca.
LDL é a abreviatura de low density lipoproteins, ou seja, lipoproteínas de baixa densidade, também conhecidas como "mau colesterol".
Altos níveis de colesterol LDL levam a um acúmulo de colesterol nas artérias. Quanto maior o nível de LDL no sangue, maior é a chance do indivíduo desenvolver uma doença cardíaca.

VLDL é a abreviatura de very low density lipoprotein, que significa lipoproteína de densidade muito baixa, também considerada colesterol ruim.